Série Tendências da Educação: Transformação Digital

Escrito por ICRH

28 de abril de 2021

Hoje, 28 de abril de 2021, comemora-se o Dia Internacional da Educação, data definida após o fim do Fórum Mundial de Educação, que aconteceu no ano de 2000 em Dakar, Senegal. Como fonte de informação, este fórum marcou a história da educação uma vez que nele 164 países (incluindo o Brasil) firmaram compromissos com o objetivo de disseminar a educação básica e secundária para crianças e jovens de todo o mundo. 

Pensando na educação como um pilar para a construção social, intelectual e cultural, nas próximas semanas será veiculado em nosso site uma série de notícias pautadas na Educação do Futuro. Durante esta experiência, serão abordadas sete diferentes temáticas que justificam a necessidade da reforma da educação para a construção do futuro que desejamos, sendo elas:

Enfoque na transformação digital; 

Aprendizagem ativa; 

Aprendizagem personalizada; 

Aprendizagem socioemocional; 

Aprendizagem de empreendedorismo; 

Educação colaborativa; 

Educação inclusiva. 

Para iniciarmos, convidamos Denis Fagundes, diretor Executivo de TI do Grupo SerDigital, para explicar para nós a importância de se trabalhar a transformação digital no âmbito da educação:  “Caro leitor, esse é um tema extremante importante, que faz parte do nosso cotidiano. Na verdade, a transformação digital está em todos os lugares, nas empresas através de seus canais de comunicação, dos sistemas de gestão e da Educação Corporativa, em casa com os nossos smartphones, nas ruas, etc. E nas escolas, esse movimento vem em uma crescente ao longo dos anos. Com a pandemia houve uma aceleração desse processo, ou seja, o aumento crescente da educação a distância, educação via transmissão remota e educação híbrida. O que vimos é que a aceleração desse processo, trouxe também diversas outras tendências que vão permanecer a longo prazo.” 

Continua: “Por exemplo o Grupo SerDigital, inovou na Plataforma AVA Education – Ambiente Virtual de Aprendizagem, implementando jogos, gamification e um suporte mais otimizado, trazendo mais dinamismo e engajamento nas atividades. A Plataforma Zoom e Google For Education dobraram de tamanho. Vimos ainda que crianças, jovens e idosos passaram a utilizar a tecnologia a seu favor. No ano passado (2020), estávamos começando a falar em Educação 4.0 e que iria demorar alguns anos ainda para que todos ingressassem nesse processo, atualmente estamos no fim do mês de abril de 2021 e estamos implantando a Educação 5.0 que vem com uma forte tendência para 2022, trazendo consigo o ensino personalizado, onde o estudante passa a escolher o que deverá de certo cursar e negociar isso com a Instituição de Ensino. Existem alguns estudos que dizem que até 2030, muitas profissões vão deixar de existir e que nós temos que nos adaptar a isso aprendendo novas habilidades e novas competências, ou seja, toda a comunidade escolar (alunos, pais e professores) também deverão aderir a essa transformação digital, para não ficarem para trás no novo processo educacional, que estamos chamando de Educação 5.0.” 

E não para por aí, a transformação digital é tão essencial que seus benefícios permeiam em todos os níveis educacionais. Por exemplo, imagine uma universidade reconhecida pela ótima qualidade da pesquisa desenvolvida internamente, para ela, focar na transformação digital é promover aos alunos, professores e comunidade a oportunidade de expansão do seu impacto além de democratizar o acesso a todo o tipo de material desenvolvido naquele ambiente. Quando relacionada a educação infantil, a oportunidade está em conscientizar essas crianças a utilizarem os aparelhos eletrônicos a favor deles, direcionando o acesso a conteúdo específicos e abrindo o leque das possibilidades de desenvolvimento e agregação de conhecimento que o digital proporciona.  

Como nem tudo é tão simples quanto parece, para a transformação digital da educação não seria diferente. Inúmeros são os desafios enfrentados para que essa mudança aconteça de maneira correta e eficiente. A CtrlPlay, Escola de Programação e Robótica, cita em seu portal três desafios principais, como resistência dos profissionais: visto que a maioria dos professores ainda enfrentam muitas dificuldades em lidar com o avanço da tecnologia. Dessa forma, resistências são criadas devido as dificuldades de se adaptarem às novas ferramentas; Falta de recursos: Infelizmente as verbas disponibilizadas para o setor ainda são insuficientes para que essa transformação acontece de maneira rápida, necessitando de uma reforma orçamentária pautada em burocracias simples para que a verba chegue ao local desejado em tempo hábil; Implantação de novos processos: desafio esse relacionado a simplificação de processos, com um volume menor de exigências mas que mesmo assim garanta a competência do programa. 

Bom, deu para perceber que este é um tema complexo e que contém muita informação. Nossa intenção foi trazer para você, leitor, um apanhado macro bem como introduzir o tema. Abaixo disponibilizamos alguns portais que exploram a temática de maneira mais abrangente, caso interesse fiquem à vontade para acessar.

Na próxima semana falaremos um pouco sobre a Aprendizagem Ativa, você sabe do que se trata? Aguarde para conhecer mais. Até! 😀  

Fonte: 

CtrlPlay, Escola de Programação e Robótica: https://www.ctrlplay.com.br/transformacao-digital/ 

Escola da Inteligência: https://escoladainteligencia.com.br/transformacao-digital-na-educacao/ 

Escolas Disruptivas: https://escolasdisruptivas.com.br/tecnologia-educacional/desafios-da-transformacao-digital/ 

Clip Escolas: https://www.clipescola.com/transformacao-digital-na-educacao/ 

Blog da Humus, Educação e Informação: https://www.humus.com.br/post/transforma%C3%A7%C3%A3o-digital-na-educa%C3%A7%C3%A3o-5-tend%C3%AAncias-para-2022